growth-driven design

O que é o growth-driven design?

O que é o Growth Driven Design?

A expressão Growth Driven Design entrou agora na linguagem comum. Mas o que exatamente significa este novo termo?

Redesign” ou redesenho de um site, atividade que muitas vezes causam frustrações e ansiedade nas mentes dos empreendedores. Isso ocorre porque essas “palavras” geralmente indicam meses de trabalho em termos de reformulação, planejamento, análise, testes e muito mais. Atividades que prejudicam o desempenho das tarefas diárias e implicam em um esforço para repensar hipóteses ou mudanças que podem melhorar os negócios de um site depois que ele foi lançado.

O ponto é este: toda a equipe da empresa não pode se dar ao luxo de pausar suas atividades para se dedicar ao redesenho do site.

Como podemos alcançar melhores resultados? O Growth Driven Design pode ser a solução que você está procurando.

Growth Driven Design (GDD): definição

O Growth Driven Design é capaz de minimizar os riscos relacionados ao design tradicional da web porque, graças a uma abordagem sistemática que reduz o tempo de desenvolvimento e colocação do site em produção, permitindo que você se concentre no impacto real, no aprendizado e na melhoria contínua.

O aprendizado e melhoria contínua são elementos fundamentais do GDD, pois é um processo iterativo e contínuo, ao contrário do web design tradicional, que tende a ser reduzido a um evento único e gigantesco. Na verdade, em vez de planejar toda a solução de uma só vez, o Growth Driven Design concentra-se em etapas evolucionárias e no alcance de metas de curto prazo. Abordagem certamente menos cara e arriscada.

Em vez de redesenhar um site a cada dois anos, com conteúdo desatualizado que se alinham com os objetivos de negócios, o GDD divide as fases do projeto em entregas evolutivas, com base em testes e otimizações derivadas da análise do comportamento do visitante no site. Essa solução também fornece uma perfeita integração entre marketing e vendas, a fim de atingir metas concretas e compartilhadas.

Desta forma, o GDD oferece um modelo mais flexível pelo qual as empresas podem mudar seus planos de ação com base nas condições e obstáculos que encontrarem.O modelo permite que o site evolua continuamente de acordo com o comportamento do público e resultados de atração, conversão e vendas, se tornando cada vez mais o principal vendedor da companhia, especialmente se aliado a outras estratégias, como o Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo

growth-driven design

Growth Driven Design (GDD): como funciona

É possível dividir a GDD em duas macro-etapas: uma que inclui estratégia e lançamento no site (com duração de aproximada de 8 semanas) e uma subsequente que fornece desenvolvimento iterativo e melhoria contínua (que ocorre aproximadamente durante os onze meses seguintes).

Fase 1: Estratégia e lançamento do site

Como no web design tradicional, o processo de GDD começa com o planejamento estratégico e a identificação de objetivos precisos, a fim de ter uma compreensão clara do que estamos tentando alcançar e de quem é o público de referência.

Uma vez que as metas e objetivos foram definidos, é aconselhável iniciar uma análise quantitativa, analisando o site e seus dados, a fim de entender como os usuários chegam ao site e interagem com ele. Além de coletar um feedback importante do usuário, esta pesquisa trará quais os problemas críticos e pontos fracos, ajudando a avaliar quais oportunidades aproveitar para melhorar a experiência do usuário. Especificamente, contribuirá para esclarecer alguns pontos, tais como:

  1. Porque os usuários visitam o site.

  2. A proposta de valor que eles recebem.

  3. Como os usuários chegam ao site.

Em poucas palavras explicar por que certas ações são realizadas em um momento específico e da maneira em que incorporar esses insights sobre uma estratégia global destinada a melhorar.

Última etapa, realizar um brainstorming entre os diferentes membros da equipe, a partir do qual você recebe uma lista de desejos que contém os pontos-chave para melhorar o site. O processo de implementação dessa lista de desejos começa seguindo a regra 80/20, ou seja, desenvolvendo 20% das ações que geram 80% do impacto nos usuários.

Em seguida, a atenção está focada no processo de design das características padrão, tais como:

  1. Mensagens e Conteúdos
  2. Arquitetura de informação e experiência do usuário
  3. Wireframe
  4. Design e Skin
  5. Desenvolvimento web
  6. Teste

Terminado isso, é necessário coletar as informações para desenvolver o projeto qualitativamente e quantitativamente através do site. Especialmente em relação a:

  1. Identificação de um objetivo para cada fase.
  2. Cada suposição específica definida.
  3. Cada métrica deve ser medida para atender os pontos da lista de desejos.

Nesta etapa, é importante identificar quais aspectos e elementos do site têm maior impacto e planejar quais serão incluídos no processo de otimização. A avaliação pode basear-se nestes critérios:

Submit

Desempenho vs. objetivos: avaliar quanto o desempenho do site está alinhado com o alcance de objetivos específicos e, com base nessas considerações, identificar possíveis oportunidades de melhoria.

Pesquisa e coleta de dados: sempre com base no desempenho do website e comportamento dos usuários em relação ao site é adequado criar considerações em relação aos dados coletados e quaisquer pontos para adicionar à sua lista de desejos.

Alinhamento entre marketing e vendas, em vista do aumento das conversões, os dados e os pontos de vista das duas equipes são essenciais para melhorar o desempenho da conversão.

Melhoria da User eXperience: as melhorias feitas no site dão ao usuário uma experiência melhor e tornam a navegação mais imediata. Isso nos permite satisfazer pesquisas e atender às necessidades expressadas pelos usuários.

Fase 2: desenvolvimento iterativo e melhoria contínua

Uma vez liberada a primeira versão do site, é necessário iniciar a fase de otimização para melhorar e tornar o site lançado mais eficiente, com vistas no desempenho e na melhoria contínua. Para cada fase desse processo, é importante avaliar como qualquer alteração que será implementada pode ou não criar valor agregado para os usuários a que se destina.

As etapas de um ciclo de Growth Driven Design são:

  1. Planejamento
  2. Desenvolvimento
  3. Aprendizagem
  4. Transferência

Tudo orientado para melhoria contínua.

Planejamento

Nesta etapa, é importante identificar quais aspectos e elementos do site têm maior impacto e planejar quais serão incluídos no processo de otimização.

Depois que os elementos mais relevantes forem definidos, sua implementação deve ser iniciada. É importante prever as fases de teste para cada item que será inserido, a fim de avaliar o impacto sobre o desempenho. Para avaliar a tendência, também é aconselhável identificar métricas de medição.

Aprendizagem

Uma vez que as mudanças necessárias para a melhoria foram implementadas, é necessário definir um período de verificação e coletar dados de suporte para preparar uma análise em relação às informações coletadas pelos usuários e entender se as mudanças feitas tiveram o impacto esperado. Então, aprendendo diretamente com a experiência de campo.

Transferência

O último passo é transferir as informações coletadas em ciclos de desenvolvimento futuros. De fato, depois de analisar e interpretar os dados de cada etapa do processo, é importante avaliar se eles podem ser úteis para outras áreas de negócios.

Melhoria contínua

Ao optar por adotar uma abordagem de Growth Driven Design, você terá a oportunidade de trabalhar em seu website constantemente, a fim de responder às mudanças contínuas nas necessidades, tanto mercado quanto dos usuários.

Desta forma, será possível ter uma ferramenta constantemente otimizada com base nas informações coletadas pelos usuários e melhorar a experiência de uso e a taxa de conversão.

Entenda se essa é a estratégia certa para sua empresa agora mesmo

Nosso time de especialistas em marketing digital está à disposição para entender tudo sobre seu negócio.

Que tal marcar uma conversa conosco?

Submit


agência de marketing digital

Quando contratar uma agência de marketing digital para a sua empresa?

Quando contratar uma agência de marketing digital para a sua empresa?.

Os resultados digitais da sua empresa não são o que você quer?.

Talvez seja hora de pensar em investir em uma agência especializada

Marketing digital definição:

O que é Marketing Digital?; também conhecido como Web Marketing, é o conjunto da aplicação de técnicas de SEO, o uso de links patrocinados em canais como o Google Adwords de forma planejada e otimizada, além de e-mail marketing, campanhas em mídias sociais e marketing de conteúdo, com foco na divulgação de seu site, marca, produtos e/ou serviços.

O marketing digital engloba a prática de promover produtos ou serviços através da utilização de canais de distribuição eletrônicos para chegar aos consumidores rapidamente, de forma relevante, personalizada e com mais eficiência.

Por mais que muitos acreditem que basta ter um pouco de conhecimento da internet para “se virar” no digital, essa ideia já vem caindo por terra com os resultados surpreendentes de um trabalho bem feito. E por bem feito queremos dizer uma campanha desenvolvida por um time com profissionais multidisciplinares, focados na sua área de especialidade, integrados em um fluxo determinado de trabalho.

A contratação de uma agência de marketing digital tem sido uma saída encontrada por muitos empresários. Com este modelo é possível contar com uma equipe completa e dedicada única e exclusivamente ao seu marketing digital, além de ser um investimento muito menor se comparado à implementação de um setor específico na empresa.

agência de marketing digital

Quando contratar uma agência de marketing digital?

Para ajudar você a definir se está na hora de investir no marketing digital feito por especialistas, separamos alguns pontos que deve levar em consideração. Comece a pensar em contratar se…

Submit

O planejamento não sai do papel

Você reuniu a equipe e juntos fizeram um ótimo planejamento do mês, com os temas do blog, cronogramas de postagens nas redes sociais e planilhas com as métricas a serem analisadas. Mas, lá no final do mês você vai dar aquela conferida e se depara com tudo planejado. E só! Nada de execução. E lá se foi mais um mês com vendas muito abaixo do que poderiam ter sido!

Com certeza você percebeu que as empresas que estão buscando um único profissional para toda a demanda de marketing digital não estão fazendo uma boa escolha. Mas também sabe tudo que engloba a criação de um novo setor: contratações, investimento em equipamentos, espaço físico…

Ah! E existe também um outro detalhe: quem irá gerenciar a nova equipe e analisar seu desempenho, uma vez que você já está pedindo auxílio a respeito de um assunto que não domina inteiramente? E lá vai a contratação de um novo profissional para gerir o setor e mensurar os resultados.

Mas, contratar uma agência de marketing digital não desmerece ou anula os esforços do seu time interno, muito pelo contrário: complementa. Integrados, os dois times se focam cada um no seu objetivo com o bônus de deixar toda a comunicação alinhada e coesa.

Os resultados não aparecem

Mas, vamos supor que você até já tenha feito algumas ações por conta própria, fruto de muito trabalho e estudo individuais: o resultado foi satisfatório? Qual foi o retorno do seu investimento na campanha? Se os números não andam aparecendo, independente do seu esforço, é hora de buscar ajuda de quem entende muito do assunto!

Uma outra situação é quando até há algum resultado, mas você não sabe de onde ele veio: pode ser das suas redes sociais, da sua landing page, conteúdo do blog, enfim, toda ação feita pode ser a responsável pelo “sucesso” da campanha. Saber de onde esse resultado surgiu é fundamental para que seguir explorando os pontos fortes daquilo que deu resultados e ajustar aquilo que não anda performando como deveria.

O que esperar do trabalho de uma agência digital?

Em um primeiro momento, colocar ordem na casa! A equipe da agência de marketing digital vai conseguir estudar o seu mercado, analisar a concorrência e definir com precisão o que deve ou não ser feito pela sua empresa. Isso porque nem tudo que está disponível faz sentido para o seu negócio.

Com o trabalho da agência de marketing as suas ações serão estruturadas dentro de uma estratégia própria e personalizada, construída especificamente para atingir os objetivos da sua empresa. Além de, claro, contar com análises de todos seus canais, relatórios detalhados de investimentos e retorno, além de poder ficar tranquilo, sabendo que muitos profissionais estão envolvidos e dedicados à sua empresa!

Se agora você percebeu a importância de contar com uma agência de marketing digital e acha que está na hora de buscar ajuda especializada, consulte a intuitiva! Nossa missão é ajudar você a encontrar, de maneira totalmente personalizada, o parceiro ideal para alcançar os resultados que você busca!

Entenda se essa é a estratégia certa para sua empresa agora mesmo

Nosso time de especialistas em marketing digital está à disposição para entender tudo sobre seu negócio.

Que tal marcar uma conversa conosco?

Submit