Marketing digital para startup: o guia definitivo

Quais devem ser as estratégias de marketing digital que uma startup não pode subestimar?

É muito comum ouvir sobre uma Startup com grande potencial que fracassou miseravelmente. Apesar de idéias inovadoras e equipes qualificadas e preparadas, muitas delas na realidade não conseguem enxergar uma luz. Por quê? Nós da Intuitiva temos uma explicação do porque isso acontece: por falta de um bom plano de marketing estratégico. É por isso que hoje queremos oferecer um guia para o Marketing de Startups: há operações que não devem ser subestimadas e queremos explicar o que são e como funcionam.

O marketing é uma ferramenta maravilhosa capaz de elevar o destino de empresas inteiras com poucas e cuidadosas operações. Se é tão eficaz para empresas já desenvolvidas, pode não seria para uma Startup? A resposta é óbvia: a estratégia de marketing é uma parte fundamental de toda realidade comercial, seja no começo de uma empresa ou em empresas já bem estruturadas.

guia definitivo marketing para startup

Como agência de marketing digital, conhecemos todos os segredos desse mundo. Independentemente do produto ou serviço oferecido, a estratégia de marketing digital deve ser baseada em alguns pilares fundamentais. Muitas Startups acham que podem contornar obstáculos tomando rotas mais curtas e menos caras, mas isso realmente faz sentido? O orçamento disponível deve ser usado para encontrar o caminho para o sucesso. Sem investir em marketing digital e sem depender de um especialista – seja interno ou externo, você corre o risco de afundar e não conseguir subir nunca mais.

Muitas Startups acham que podem contornar obstáculos tomando rotas mais curtas, a verdade è que sem investir em marketing digital correm o risco de afundar e não conseguir subir nunca mais.

IDENTIFICAR E ENTENDER A AUDIÊNCIA

Antes de começar a construir um caminho de marketing estratégico para a sua Startup, é essencial entender para qual público você deve voltar sua atenção e, portanto, seu produto. Identificar o público é o primeiro passo da estratégia de marketing: sem ele, toda seção do plano de marketing está destinada a cair como um castelo de areia.

Identificar o alvo certo permite canalizar esforços para um público atento e interessado, mas como reconhecê-lo? Através de pesquisa de mercado. A startup deve começar a analisar o mercado no qual ela quer entrar e comparar as estratégias dos concorrentes. Como eles se saem? Qual audiência eles atraem? Além de que é importante fazer testes para verificar o interesse das pessoas para o produto, dessa forma você terá uma visão mais ampla do público e os segmentos realmente afetados.

Buyer Persona:

Depois de ter realizado a devida pesquisa, vem o momento mágico da criação do buyer Persona. Este é um perfil do cliente ideal, que é criado ad hoc com base em dados coletados em pesquisas de mercado. O buyer Persona tem um nome, um sobrenome, interesses, emprego e aspirações pessoais: é, na verdade, uma verdadeira pessoa. Quanto mais precisa for buyer pessoa, mais precisas serão as estratégias de marketing para capturar sua contraparte real.

DEFINA OS OBJETIVOS

Uma vez que as necessidades do cliente-alvo tenham sido identificadas e compreendidas, é necessário definir objetivos de marketing para manter a Startup “viva” e, mais do que qualquer outra coisa, ativa. Os chamados “goal” são os objetivos que a Startup pretende seguir para continuar caminhando na direção certa e, portanto, crescer.

A questão é delicada: estabelecer objetivos relativamente simples pode ter o efeito de não motivar suficientemente o time, levando a equipe a não dar o melhor de si. Por outro lado, desafios e metas muito difíceis podem reduzir significativamente o moral da equipe, levando a Startup a derrota. O sucesso, como sempre, está no meio. A dificuldade em planejar os objetivos da sua empresa está em entender o equilíbrio certo entre a simplicidade e arrogância.

Os americanos dizem que os objetivos devem ser “SMART”, inteligentes. Neste caso, no entanto, o seu SMART também se torna um acrônimo de Específico, Mensurável, Alcançável, Realista, Limitado ao Tempo. Os objetivos de acordo com nossos primos americanos devem ser específicos, mensuráveis, alcançáveis, realistas e devem ter um prazo.

ANÁLISE DE PALAVRAS-CHAVE E OTIMIZAÇÃO DAS PÁGINAS

Os cronogramas não terminam aqui: se você pretende manter uma Startup viva e fazê-la florescer como uma flor na primavera, você precisa realizar pesquisas e análises das palavras-chave. O problema com as palavras-chave é que muitas vezes você ainda está preso a uma dimensão de SEO “antiquada”, que é o exemplo descrito na prática abaixo:

Passo 1

Pense em algumas palavras-chave que poderiam corresponder à pesquisa do cliente-alvo

Passo 2

 Insira essas palavras-chave na ferramenta Google Keyword Planner

Passo 3

Escolha as palavras-chave mais adequadas com base nos seus sentimentos

Isso não é mais aplicável, pois é ineficaz. O Google Keyword Planner é, sem dúvida, uma ferramenta fundamental no estudo de palavras-chave, mas deve ser usado com critérios. Esta ferramenta deve suportar o estudo das palavras-chave realizadas pela Startup, mas não pode e não deve fazer tudo. Há muitos fatores a serem lembrados, que o Planejador de palavras-chave sozinho não avalia. Como exemplo a diferença entre os vários tipos de palavras-chave, por exemplo:

  • Palavras-chave principais
  • Palavras-chave do corpo
  • Cauda Longa

Os primeiros são aqueles compostos por uma palavra e são caracterizados por um volume incrivelmente alto de pesquisa, sem mencionar o nível de competição. Por essa razão, geralmente tentamos evitar o uso dessas palavras-chave, quando dificilmente podemos ganhar às posições no Google. As palavras-chave do corpo são aquelas que têm duas a três palavras. Seu volume de pesquisa é razoavelmente alto e a concorrência é média. Estes podem ser explorados, mas seu uso deve ser ponderado. As palavras-chave de cauda longa, em vez disso, são as mais interessantes: são longas, como o próprio termo diz, porque excedem a quatro palavras. Eles são excelentes para posicionar seu produto ou site porque são específicos e, portanto, atraem o público adequado (o público-alvo). Mesmo estes devem ser estudados e não podem ser inseridos ao acaso: deve haver pesquisas que certifiquem seu uso. Para ajudar a startup, é possível usar o Google Keyword Planner e também o Google Instant. O importante é que não pare apenas nisso.

ATRAIR O TRÁFEGO COM SEO E SEA

Na seção anterior, falamos sobre como as palavras-chave são importantes para tornar seu produto on-line “localizável”. Na verdade, depois de encontrar as palavras-chave apropriadas, você precisará usá-las para otimizar sua presença on-line em seu site. Este processo faz parte do SEO, uma atividade fundamental para tornar seu site, marca e produto visível para o mundo. O único problema com esta estratégia está no prazo.

O SEO é uma combinação de atividades que incluem a resolução de problemas técnicos do site, – conteúdo duplicado, problemas de canonização, etc. – otimização on-page e estratégias off-page úteis para direcionar o tráfego do site. Todas essas operações precisam de tempo e habilidades técnicas para serem realizadas, na verdade, sempre recomendamos confiar nas mãos de profissionais SEO especializados e certificados. Além disso, os resultados são vistos depois de algum tempo: é impensável esperar resultados imediatos do SEO, para resultados imediatos, você precisa de SEA.

Todas as operações SEO, precisam de tempo e habilidades técnicas para serem realizadas, na verdade, sempre recomendamos confiar nas mãos de profissionais SEO especializados e certificados.

O SEO produz resultados sólidos e quase intransitáveis (dos concorrentes), enquanto o SEA produz visibilidade imediata, mas fugaz. SEA (Search Engine Advertising) nada mais é do que uma estratégia que visa a aquisição de tráfego a curto prazo através do uso de ferramentas de publicidade paga: em primeiro lugar, o Google AdWords.

Estratégia Conjunta SEO e SEA

Combinados juntos, SEO e SEA, eles são capazes de dar a Startup tudo o que precisa: visibilidade imediata, solidez da marca e posição de longo prazo.

MARKETING DE CONTEÚDO

Essa estratégia relativamente recente tem como objetivo atrair usuários para o site e aumentar a Startup Brand Awarenss (Traduzido notoriedade da marca). É uma nova maneira de anunciar. Não há mais pontos invasivos ou anúncios que interrompam o dia do usuário: agora será o usuário que, com sua pesquisa, encontrará o artigo publicado por você ou pela equipe de redatores.

Para uma estratégia de marketing de conteúdo bem-sucedida, é necessário, antes de tudo, produzir um plano editorial ad hoc. Depois de ter escolhido e entendido quais tópicos discutir, quando publicá-los e para quais palavras-chave otimizá-los, você pode começar a escrever. Escrever um artigo certamente não é imediato, mas é uma atividade que pode ser feita frequentemente pela Startup. O ideal seria ter uma equipe de redatores a serviço da Startup, desta forma você pode criar conteúdo profissional e interessante que pode aumentar a Brand Awareness da Startup e incrementar a confiança do público nas comparações com os concorrentes.

Depois de criar o conteúdo, você pode passar para a otimização do artigo e da própria página para uma palavra-chave específica, escolhida durante a fase de programação do plano editorial. O conteúdo será, de fato, posicionado para a palavra-chave apropriada e isso fará com que encontre o público alvo, aquele a quem o artigo é endereçado.

Essa ferramenta de promoção, se realizada com total conhecimento dos fatos, pode levar a resultados enormes em termos de visitas e conversões.

Além disso, o custo dessa atividade é realmente baixo.

MARKETING DE MÍDIA SOCIAL

Vivemos na época da comunicação on-line e, como tal, a Startup deve aproveitar as redes sociais para atrair Leads e clientes em potencial. Ferramentas como Facebook, Twitter e Linkedin podem:

  • Trazer um enorme volume de tráfego para o site principal
  • Aumentar a notoriedade da marca da Startup, tornar dessa forma mais conhecido o seu nome
  • Para reter clientes e estabelecer uma relação de confiança com eles
  • Tornar os clientes os verdadeiros promotores da marca, graças à retenção acima mencionada

Redes Sociais são uma ferramenta extraordinária, mas como todas as coisas, deve ser usada corretamente. No Social você precisa de continuidade, por isso é essencial postar pelo menos uma vez por semana. No Social você precisa de profissionalismo, você precisa de conteúdo potencialmente viral e conteúdo com um título atraente. No Social é importante estar sempre presente, por isso é necessário responder instantaneamente às necessidades dos seguidores.

Manter um perfil Linkedin, Instagram, Facebook ou Twitter não é uma caminhada, fazer Marketing nas redes sociais, ainda mais; você tem que gastar muito tempo. Mas isso é pago com o aumento do tráfego, conversões, a proximidade dos usuários à marca e sua lealdade.

Para uma Startup, o uso das redes sociais é essencial, sem elas a Startup estará praticamente perdida desde o começo.

e a sua startup está fazendo os investimentos certos em marketing digital?

nossos especialistas certificados estão à sua disposição para uma consultoria gratuita de 60 minutos para ajudá-lo em todas as fases de uma estratégia de marketing digital eficaz para sua startup.

Nosso time de especialistas em Inbound marketing está à disposição para entender tudo sobre seu negócio.

Que tal marcar uma conversa conosco?

Gostou do artigo? Compartilhe com os seus amigos em sua mídia social favorita!

(Atualizado: novembro 16, 2018)